Início          Cadastre seu currículo       Carta de princípios Camilianos      Outras Unidades      São Camilo de Lellis      Contato

 
     
 

Taubaté (SP) - ApiceON: Enfermeiras obstetras do HU participam de aprimoramento em MG
 


 

O Hospital Universitário de Taubaté agora conta com duas enfermeiras obstetras que irão auxiliar nos partos de baixo risco e, após um treinamento de três meses com o médico obstetra do HU, Dr. Ailton Marchi, passarão a realizar esse tipo de parto.

A iniciativa veio através do projeto ApiceOn (Aprimoramento e Inovação no Cuidado e Ensino em Obstetrícia e Neonatologia), do Ministério da Saúde, do qual o HU faz parte. O projeto visa qualificar os Hospitais de Ensino nos processos do parto, através de práticas baseadas em evidências científicas, humanização, segurança e garantia de direitos.

Assim que chegaram ao Hospital Universitário, as enfermeiras Thais Costa e Daniela Chagas participaram de um curso de aprimoramento realizado pelo ApiceOn, com o objetivo de trabalhar na qualificação de enfermeiras obstetras nos processos de cuidado e gestão, com foco na atenção ao parto e nascimento. O Curso de Aprimoramento para Enfermeiras Obstétricas (CAEO) aconteceu no Hospital Sofia Feldman, localizado em Belo Horizonte – MG, referência em assistência humanizada ao parto e nascimento no Brasil. O curso se deu entre os dias 18 e 30 de novembro.

“A partir de agora vamos realizar um novo modelo de assistência ao parto, com as enfermeiras obstetras. Essa já era uma vontade da instituição e o projeto ApiceOn colaborou para atingirmos esse objetivo”, explicou a Coordenadora de Enfermagem do PSGO e Maternidade, Ana Carina Bianchi.

As duas enfermeiras irão trabalhar inicialmente nos períodos da manhã e tarde no PSGO, mas no futuro o projeto será em totalidade. “A inserção da enfermeira obstetra na assistência ao parto e nascimento agrega em qualidade assistencial, criando um vínculo com a paciente desde a sua chegada ao hospital até o pós-parto”, pontuou Ana Carina.

A ideia é de que, após o treinamento de 3 meses com a equipe médica, as enfermeiras obstetras possam ser multiplicadoras, dando suporte à cultura do parto humanizado com demais profissionais, como residentes e acadêmicos.


Data: 02.01.2019


 


     

 

 

 

 


<< Voltar a tela anterior
 
 
     
     
 

Todos os direitos reservados