Início          Cadastre seu currículo       Carta de princípios Camilianos      Outras Unidades      São Camilo de Lellis      Contato

 
     
 

Número de lesões ortopédicas correspondem quase 70% dos casos
 


 

Neste 19 de setembro comemora-se o Dia do Ortopedista, profissional que atua no hospital e que atende a traumas, faz cirurgias corretivas, ajuda a tratar problemas reumáticos, entre outros. No Hospital e Maternidade Vital Brazil, o médico ortopedista, Dr. Belmiro Costa Neto, membro titular da Sociedade Brasileira de Ortopedia desde 2015 e especialista em trauma cirúrgico pela Unifesp - Escola Paulista de Medicina, destaca que o maior volume de atendimento em Timóteo está relacionado a traumas ortopédicos (contusões, luxações e fraturas), chegando a 70 % dos casos.

“Nossa experiência com sucesso de recuperação ocorre em quase todos os casos, tendo nossa equipe uma experiência muito boa no tratamento de recuperação e reabilitação dos pacientes vítimas de trauma ortopédico ou lesões associadas à traumas esportivos com reconstruções ligamentares”, revela. A equipe de ortopedia do HMVB conta com 10 ortopedistas que atendem diretamente no Hospital, e mais quatro que operam no hospital via pacientes externos.

Formado em Medicina pela Universidade Gama Filho (RJ) em 2009, Dr. Belmiro Neto atende no HMVB desde janeiro de 2016. Dentre as atribuições da função, juntamente coma equipe, ele faz semanalmente cirurgias de artroplastias de substituição, sendo a maioria a artroplastia de substituição do quadril, seja por fratura ou por alterações degenerativas que acometem essa articulação.


Cuidados
Ele destaca ainda que os cuidados dos pacientes com próteses estão relacionados aos cuidados com ferida operatória e a necessidade de mobilidade e reabilitação precoce. “O médico deve ter o cuidado pré-operatório de indicar o melhor implante e o cuidado durante o procedimento para evitar contaminações do material”, reforça. Em caso de procedimento de amputação, isso ocorre apenas como último recurso, em que o membro acometido esteja causando risco de vida ao paciente, seja por traumatismo grave, complicações vasculares ou neurológicas associadas ao diabetes.



Data: 19.09.2018


 
     

 

 

 

 


<< Voltar a tela anterior
 
 
     
     
 

Todos os direitos reservados