Início          Cadastre seu currículo       Carta de princípios Camilianos      Outras Unidades      São Camilo de Lellis      Contato

 
     
 

Taubaté (SP) - Qualidade 2018: Campanha institucional aborda Identificação do Paciente
 


 

A temática foi pauta no primeiro quadrimestre deste ano e motivou os trabalhos do Núcleo de Segurança do Paciente do HU, através da campanha “Quem não identifica se complica”.



Para marcar o início da campanha de identificação do paciente, o Núcleo de Segurança do Paciente do Hospital Universitário de Taubaté realizou uma palestra junto aos colaboradores. O Dia D aconteceu no Salão da Humanização, no dia 17 de julho, e contou com a presença de quase 70 colaboradores das áreas assistencial, operacional e administrativa do HU.



Durante a abertura, o Coordenador da Qualidade, Jerônimo Cruz, falou sobre a importância e os objetivos da campanha. “Escolhemos esse tema porque a identificação segura é a primeira barreira de segurança, segundo a OMS. E essa campanha vem com o objetivo de não cometer falhas no processo de identificação”, explicou.



A palestra foi ministrada pelo Enfermeiro da Educação Corporativa, Marcelo Feitosa, e durou cerca de uma hora. Na ocasião, o enfermeiro falou sobre a política de identificação do paciente realizada no HU. “O documento que contém todas as informações sobre a identificação do paciente está presente em todos os computadores utilizados no hospital; para não nos complicarmos devemos seguir a política de identificação”, pontuou.



A politica de identificação do paciente tem em um dos seus pilares a identificação na pulseira, que é colocada em todos os pacientes internados no hospital, e que contém o nome e a data de nascimento do paciente. Além da pulseira, outra identificação importante é realizada no leito. “A identificação do paciente, com nome e data de nascimento deve ser checada antes de qualquer procedimento. Essa barreira serve para evitar possíveis erros, por isso é tão importante conferir os dados e realizar a checagem”, explicou Marcelo.



Ao final da palestra contou com um momento de interação, em que os participantes utilizaram uma pulseira de identificação para preencher os dados do colega do lado, para treinarem sobre a identificação correta.



A Campanha contou ainda com intervenções do grupo de voluntários ‘Plantão do Riso’ em diversos setores, nos dias 17 e 18 de julho. Além disso, a equipe da Qualidade intensificou as Auditorias Clínicas nas áreas do HU, visando orientar e conscientizar sobre a identificação correta dos pacientes.


Data: 07.08.2018


 


Colaboradoras mostram as pulseiras com sua identificação


O palestrante, Enfº Marcelo Feitosa, falou sobre a importância da campanha


O Salão da Humanização ficou cheio durante a palestra

     


 

 

 

 


<< Voltar a tela anterior
 
 
     
     
 

Todos os direitos reservados