Início          Cadastre seu currículo       Carta de princípios Camilianos      Outras Unidades      São Camilo de Lellis      Contato

 
     
 

Itabirito (MG) - Saiba como identificar sinais de câncer de pele
 


 

A maioria das pessoas têm pintas, e quase todas são inofensivas. Mas, é importante reconhecer qualquer alteração numa pinta, como seu tamanho, forma ou cor, que possam sugerir que um melanoma pode estar se desenvolvendo. Quem explica é a médica dermatologista do Hospital São Vicente de Paulo, Dra. Luisa Michel, que adianta que o melanoma pode surgir de diferentes maneiras e em qualquer parte do corpo, inclusive em áreas não expostas ao sol.



“Uma nova mancha, de forma irregular, marrom escura com áreas mais escuras ou pretas, ou um sinal de nascença simples que muda de cor (escurecendo), tamanho (crescendo), ou textura (tornando-se endurecida), e descasca ou sangra. É preciso sempre estarmos atentos”, explica a especialista.



Outros sinais: uma lesão com borda irregular com área ou pontos vermelhos, brancos, azuis, cinzas ou preto-azulado. Uma nova protuberância brilhante, firme, em qualquer parte do corpo. Manchas escuras sob as unhas de mãos ou pés, nas palmas das mãos, plantas dos pés, ou nas membranas mucosas. “Muitas vezes, o primeiro sinal de melanoma é uma mudança no tamanho, forma ou cor de uma mancha já existente.



A regra "ABCDE”
- Assimetria: A forma de metade da mancha não coincide com a outra metade.
- Borda: As bordas são irregulares, entalhadas ou dentadas.
- Cor: É muitas vezes desigual. Tons de preto, marrom e canela podem estar presentes. Áreas brancas, cinza, vermelha ou azul também podem ser vistas.
- Diâmetro: O diâmetro maior que 6 mm.
- Evolução: A pinta vem mudando de tamanho, forma, cor, aparência, ou se desenvolve em uma área de pele previamente normal.


Outros sinais de alerta são:
- Uma ferida que não cicatriza.
- Expansão do pigmento de uma mancha na pele.
- Vermelhidão ou inchaço.
- Coceira, sensibilidade ou dor
- Mudança na superfície da pinta.


Alguns melanomas não se enquadram nas regras acima descritas, por isso é importante informar ao médico quaisquer alterações em lesões de pele ou novas lesões de aparência diferente do restante das pintas existentes.


Texto Adaptado: Instituto Oncoguia


Data: 30.07.2018


 
     

 

 

 

 


<< Voltar a tela anterior
 
 
     
     
 

Todos os direitos reservados