Início          Cadastre seu currículo       Carta de princípios Camilianos      Outras Unidades      São Camilo de Lellis      Contato

 
     
 

Salto (SP) - Evento reforça Prevenção da Lesão Por Pressão no Hospital Monte Serrat
 


 

No último dia 24, foi realizado pela Comissão de Curativos no auditório do Hospital e Maternidade Municipal Nossa Senhora do Monte Serrat um evento em comemoração ao dia Mundial de Prevenção de Lesão por Pressão. A convidada Paloma Lemo Santos, Graduada pela UFMG e docente em Dermatologia pela Universidade Castelo Branco conduziu a palestra que enfatizou a importância dessa prevenção, já que a Lesão Por Pressão (LPP) foi inserida pela Organização Mundial da Saúde (OMS) como item das 6 Metas Internacionais para Segurança do Paciente.


Estima-se que apenas no EUA aconteçam 600 mil casos de óbito por LPP, conhecida popularmente por escara ou úlcera e se caracteriza por uma lesão causada pela pressão prolongada em uma proeminência óssea ou regiões próximas a dispositivos médicos, tais como sondas, cateteres, talas gessadas e outros. Foram apresentadas novidades e estratégias na prevenção de lesão por pressão em uma abordagem custo efetiva e com ênfase não apenas nos estágios da ferida que já é bastante abordada nos tratamentos internos com os protocolos de tratamentos das feridas, mas sim nas medidas efetivas e funcionais que podem ser utilizados aos pacientes admitidos afim de prevenir que a lesão por pressão se instale.


“Demos ênfase nos prejuízos e danos causados pelas lesões, como danos irreversíveis, custos tangíveis e intangíveis, danos sociais e psicológicos ao paciente, à família e à comunidade ao paciente que adquire a lesão”, explica a palestrante.


Foram apontados dados publicados pelo Notivisa - Sistema de Notificação de Eventos Adversos, em que de 134.501 incidentes notificados, (17,6%) corresponderam a notificações de lesão por pressão. “A lesão por pressão é um evento adverso evitável, incentivo as notificação do evento, na construção de modelos de divulgação ampla dos dados, favorecendo assim a discusão de estratégias eficazes de prevenção, trabalhando com a cultura de segurança do paciente”, acrescenta Paloma.


“O evento somou nossa luta na redução do risco desnecessário ao paciente associado a atenção a saúde”, finaliza Thaís de Reis, da Comissão de curativos. Durante o evento, foram distribuídos brindes canetas e bloco de notas, recebemos colaboradores do hospital Unimed da cidade que prestigiaram o evento.




Data: 29.11.2017


 



     

 

 

 

 


<< Voltar a tela anterior
 
 
     
     
 

Todos os direitos reservados